Para deputado, crise hídrica revela apagão de investimentos na geração de energia

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
“Energia não tem geração espontânea, precisa de investimentos”, afirmou nesta quinta-feira (2) o deputado  estadual paranaense Luiz Claudio Romanelli (PSB). Para ele, o Brasil vive a iminência de um apagão em razão da crise hídrica, que tem reduzido o nível dos reservatórios, mas o grande problema é que o País deixou de investir na diversificação da matriz energética.

“Depois de 20 anos, há um novo risco de apagão. Os governos foram se sucedendo e acharam que o discurso resolveria o problema. Energia não tem geração espontânea, precisa de investimentos”, afirmou o parlamentar. “Era preciso estimular a diversificação da matriz energética para aproveitar o sol, o vento e outras fontes”.

Na avaliação de Romanelli, o Brasil só não está convivendo com um racionamento de energia em razão da pandemia, que reduziu o consumo doméstico e comercial. “Não fosse a pandemia, que reduziu o consumo, principalmente no setor industrial, já poderíamos estar vivendo um caos ainda maior”, considerou ele.

Deixe uma resposta