Morre ex-marido de Dilma

Ex-marido e companheiro de lutas de Dilma Rousseff, morreu esta madrugada, aos 79 anos, o advogado trabalhista e ex-deputado Carlos Araújo, em Porto Alegre.

Carlos Franklin Paixão de Araújo, já tempos com problemas de saúde (cirrose hepática medicamentosa), fez parte, junto com a ex-presidente, do grupo oriundo da resistência armada à ditadura , conheceu Dilma em 1969, pouco antes de serem presos pelo regime militar. Ambos foram torturados e Araújo chegou a tentar o suicídio para não “entregar” companheiros.

Anos depois, libertados, entraram juntos no PDT e ele se tornou um dos deputados mais votados do partido no Rio Grande do Sul.

Em 2000 afastou-se da política parlamentar  – da política, nunca se afastou , com longas conversas e articulações na austera varanda de sua casa, à beira do Guaíba – e voltou a tocar seu escritório de advocacia trabalhista.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui