Liminar dá mais um ano para a força-tarefa de Curitiba

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

Em decisão liminar proferida nesta terça-feira (1) pela subprocuradora-geral da República Maria Caetana Cintra Santos, integrante do Conselho Superior do Ministério Público Federal (CSMPF), a atual estrutura da força-tarefa da Lava Jato de Curitiba foi prorrogada por mais um ano. O prazo terminaria no próximo dia 10 de setembro. A informação é do jornal O Globo.

Maria Caetana é a relatora, no CSMPF, desse pedido e decidiu proferir a liminar em favor da Lava-Jato mesmo antes do aval do procurador-geral da República, Augusto Aras, sobre o assunto. Ela havia solicitado a Aras, nesta terça-feira, que pautasse o assunto para discussão pelo conselho, mas o procurador-geral decidiu adiar o tema para uma sessão extraordinária a ser convocada posteriormente. A decisão foi tomada no mesmo dia em que o procurador da República Deltan Dallagnol anunciou a sua saída do cargo de coordenador da força-tarefa de Curitiba.

A decisão liminar deve ser analisada posteriormente pelo CSMPF, que poderá modificar o teor da prorrogação. A subprocuradora-geral considerou que havia urgência, já que o prazo da força-tarefa está próximo do fim, e por isso proferiu a liminar. A decisão surpreendeu a equipe de Aras, que considera a subprocuradora como uma aliada dentro do conselho.

 

Deixe uma resposta