Leprevost: liberar serviço de mototáxi é “uma insanidade” diante dos riscos

O deputado estadual Ney Leprevost (PSD) disse nesta quarta-feira (12) que é “uma insanidade liberar o serviço de mototáxi nos grandes centros urbanos do Paraná”, referindo-se aos riscos da liberação indiscriminada do serviço nos grandes centros urbanos discutidos pela manhã, na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), durante uma audiência pública promovida pela Frente Parlamentar de Medicina, que ele coordena.

Leprevost anunciou que está enviando para o Procon um expediente em que pede ao órgão que notifique e que multe os aplicativos 99 e Uber por estarem colocando em risco a vida dos motociclistas e consumidores ao explorarem irregularmente o serviço em Curitiba. A atividade de transporte de passageiros por motos ainda não é regulamentada na cidade. As multas contra os aplicativos podem ser feitas, segundo Leprevost, diariamente.

O parlamentar também disse que está estudando um projeto de lei para vedar essa prática no Estado. Para ele, por trás da liberação há o interesse de corporações internacionais explorando a força de trabalho no Brasil.  “O que nós não vamos admitir no Paraná é essa pirataria em que corporações vêm aqui utilizar a mão-de-obra da nossa gente, não se importando com a vida humana dos paranaenses, colocando em risco a segurança das pessoas e não dando a menor assistência hospitalar”, afirmou.

Atualmente, um projeto de lei tramita na Câmara Municipal Curitiba para regulamentar o serviço. (Foto: Orlando Kissner/Alep).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui