Sabe aquela obra projetada no governo Beto Richa para ligar a PR-412 com o Porto Pontal do Paraná? Pois é, ela acaba de ser suspensa por liminar da 3.ª Vara da Fazenda Pública, que cancelou provisoriamente o decreto de utilidade pública que permitiria a desapropriação de terra para a construção da Faixa de Infraestrutura – um complexo de rodovias, linhas de transmissão e canal navegável que tornaria economicamente viável a implantação e operação do porto privado de Pontal do Paraná.

A Universidade Federal do Paraná e entidades de defesa ambiental apresentaram questionamentos: a obra projetada, com 20 quilômetros de extensão, passaria por áreas preservadas de Mata Atlântica, ao custo estimado de R$ 270 milhões.

O Governo do Paraná informa que aguarda ser formalmente notificado da decisão para avaliar eventual recurso.