Ingrata, ema do Palácio da Alvorada morde Bolsonaro

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

Entediado após uma semana de confinamento em casa, Jair Bolsonaro decidiu tomar um banho de sol nos jardins do Palácio da Alvorada, a residência oficial do presidente da República. Para passar o tempo quis alimentar as emas, típicas do local praticamente desde a fundação de Brasília, mas acabou por levar uma bicada de uma delas, num momento captado por repórteres fotográficos e operadores de imagem. O instante tornou-se imediatamente, como seria previsível, um fenômeno na internet.

“Ela pensou que era cloroquina e mordeu-o”, disse uma internauta no Twitter, a propósito do medicamento que o presidente aconselha aos infectados com coronavírus, apesar de não ter benefícios comprovados pela ciência.

“É A Revolução dos Bichos, disse outro, em referência ao clássico alegórico de George Orwell e à repetição de casos envolvendo a família Bolsonaro. Há cerca de um mês, um cão que apareceu no Palácio do Planalto, aparentemente sem dono, foi adotado por Michelle, a primeira-dama, que imediatamente o batizou de Augusto Bolsonaro. O dono apareceu e o cão lhe foi devolvido em cerimônia nos salões presidenciais.

As emas, cerca de sete dezenas, são um clássico do Palácio do Alvorada e uma das atrações para os turistas que efetuam visitas guiadas à residência oficial dos presidentes – só Michel Temer, antecessor de Bolsonaro, rejeitou o lugar, depois de afirmar que parecia assombrado, e decidiu voltar ao Palácio do Jaburu, a casa dos vice-presidentes, onde, altas horas da noite, surgiu o vulto de Joesley Batista apresentando propostas indecorosas.

Durante o seu mandado como presidente, de 1974 a 1979, em plena ditadura militar, o general Ernesto Geisel chegou a expulsar as emas por incomodarem os seus dálmatas de estimação. No entanto, como dias depois apareceu uma cobra coral nos jardins, as emas regressaram – elas afastam répteis e outros animais indesejados.

Deixe uma resposta