Fiscalização leva hospital da UEL a anular licitação de R$ 4,1 milhões

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

A Universidade Estadual de Londrina  (UEL) anulou pregão eletrônico para registro de preços, realizado pelo Hospital Universitário da instituição para adquirir órteses e próteses cardiovasculares, pelo valor máximo de R$ 4.112.498,26. A decisão foi publicada no Diário Oficial do Estado do Paraná dessa segunda-feira (5). Órteses são aparelhos ou dispositivos destinados a suprir ou corrigir deficiências de um órgão ou membro do corpo humano. Já a função da prótese é substituir esse órgão ou membro, destruído ou gravemente acometido.

Na avaliação do processo de licitação da UEL, os analistas do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) verificaram impropriedades que poderiam resultar na aplicação inadequada de recursos públicos. O tribunal emitiu apontamento à UEL, indicando impropriedades presentes no edital do pregão eletrônico e solicitando a adoção de medidas corretivas. Em decorrência dos apontamentos realizados, a universidade decidiu anular o certame, com o objetivo de realizar as correções necessárias, evitando, dessa forma, a aplicação recursos públicos de forma equivocada. (Do TCE-PR).

 

 

Deixe uma resposta