Paciente suspeito de coronavírus agride médico em UPA de Curitiba

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

Um paciente, de 40 anos, com suspeita do novo coronavírus agrediu  o médico Igor Kazuo Onaka na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Sitio Cercado, em Curitiba. A informação é do Sindicato dos Médicos no Estado do Paraná (Simepar). O sindicado informou que a agressão aconteceu nesta quarta-feira (8). Conforme o Simepar, o paciente arrancou o acesso venoso e, além das agressões contra o profissional, cuspiu na equipe médica.

A Prefeitura de Curitiba disse que o paciente tem histórico de transtorno mental e que foi atendido na UPA com sintomas respiratórios, entre eles, dificuldade para respirar. O homem recusou indicação de internamento, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

De acordo com o Simepar,  diante da atitude do paciente, o médico “não teve tempo para se paramentar, pois foi até porta da sala onde se encontrava o paciente, de máscara cirúrgica” que o profissional tentou conversar com o homem da porta, “a uma distância segura, pra evitar que se evadisse”.

Em seguida, conforme o sindicato, o paciente cometeu as agressões, dando socos no médico. Ele se recusou a ser levado ao hospital e, após arrancar o acesso venoso ainda balançou o braço ensanguentado para tentar atingir o restante da equipe médica.

A prefeitura repudiou as agressões e informou que se solidariza com os profissionais.

Deixe uma resposta