Greca pensa privatizar saúde e educação

Pelo jeito, o prefeito Rafael Greca está pensando em privatizar serviços de educação e saúde em Curitiba.

Ele enviou projeto em regime de urgência à Câmara Municipal revogando parágrafo de uma lei de 1997. O tal parágrafo impede a atuação de Organizações Sociais (OS) na prestação de serviços de assistência médica em unidades de saúde ou quaisquer outros na área de educação ligados à rede municipal.

Um exemplo de OS que atua na cidade é o ICI (Instituto das Cidades Inteligentes, antigo Instituto Curitiba de Informática), que gerencia todo o sistema de informática da cidade. Mas outras OS não podem ser contratadas para atuar em educação e saúde.

O projeto do prefeito precisa ser aprovado em 45 dias. A partir deste momento, ele estará livre para terceirizar serviços que atualmente só podem ser prestados exclusivamente pelo poder público.

A justificativa do projeto encaminhado aos vereadores utiliza a linguagem burocrática mais adequada para dizer a mesma coisa: “Tal alteração permitirá parceria entre o Estado e a sociedade na consecução de objetivos de interesse público, com maior agilidade e eficiência”

1 COMENTÁRIO

  1. Tudo é possível desde que houvesse uma fiscalização independente. A trama de privatizar ou parceria com a iniciativa privada tem sido um tanto promiscua, e acentuado com as operações da lava jato, vieram atono comportamentos que se revelam como página negra da nossa história, desvendando o invisível do submundo, de correntes políticas atrelados e, em conluio com o crime organizado. Diante deste temeroso histórico, estariamos preparados para entregar o QUARTO maior orçamento das capitais do Brasil, ainda que bem intencionados, nas mãos de terceiros. Na verdade estão privatizando a administração pública, sabendo que estas duas rubricas representam, basicamente, o maior percentual do orçamento. Melhor seria o prefeito se declarar inapto para o cargo, e viver feliz em sua ilha encantada, lá em piraquara.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui