Gaeco cumpre mandados de busca e apreensão em residência de ex-prefeito de Goioerê

O Núcleo de Cascavel do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Paraná (MPPR), cumpriu nesta sexta-feira (24) mandados de busca e apreensão e sequestro de bens tendo como alvo um ex-prefeito de Goioerê (gestão 1993-1996), cidade no Centro-Ocidental do Estado, no âmbito da Operação Recuperação.

O MPPR apura suposta prática de crime de lavagem de dinheiro. O ex-agente político tem diversas condenações por ilícitos contra a administração pública e por atos de improbidade.

Conforme as investigações do Ministério Público, conduzidas pela 1ª Promotoria de Justiça de Goioerê, há indícios de tentativa de ocultar a origem de valores e bens por parte do então prefeito, que foi condenado a ressarcir quase R$ 18 milhões aos cofres públicos em ações de improbidade. Por outras oito ações penais, em que foi denunciado por crimes como licitação e peculato, o ex-gestor foi condenado a 17 anos, 8 meses e 16 dias de reclusão.

Deferidas pelo Juízo Criminal de Goioerê, as ordens judiciais foram executadas na residência do ex-prefeito, onde foram apreendidos dois veículos. Foi ainda imposto o arresto e bloqueio de bens e valores do requerido até o limite de R$ 18.007.001,97, conforme destacado nos autos, valor equivalente ao “prejuízo do erário ainda não ressarcido ou garantido por patrimônio suficiente”. (Do MPPR).

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui