Francischini defende Refis e microcrédito para empresários de Curitiba

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

Recuperar a economia em Curitiba após o baque causado pela pandemia do coronavírus é prioridade para o candidato a prefeito Fernando Francischini. Ele explicou, nessa quarta-feira (7), estratégias importantes do seu plano de governo a serem implantadas na capital para a retomada de empregos e renda.

Francischini defende Refis e microcrédito para empresários de Curitiba“Fizemos um grande estudo com pessoas competentes e com experiência de gestão, pois Curitiba não é para amadores. Vamos fazer o Refis, o refinanciamento do IPTU, ISS e taxas da prefeitura, para que os pequenos e demais empresários possam recuperar seus negócios. Não é possível pagar, por exemplo, o IPTU, atrasado e o do ano vigente, ninguém aguenta isso em um período de crise como o atual”, reconheceu.

Um segundo passo, segundo Francischini, seria uma grande negociação da Procuradoria do município para limpar o nome de pessoas físicas e jurídicas. “Hoje, se a pessoa deixa de pagar um imposto, ela fica com o nome sujo. Na nossa proposta, quem parcelar a dívida com a prefeitura poderá retirar o nome do cadastro de inadimplência e do cartório, para voltar a respirar e a manter o seu empreendimento”, acrescentou.

Francischini também pretende usar o fundo de reserva da prefeitura para facilitar o microcrédito. “Pegar parte do fundo de reserva da prefeitura e criar um fundo de aval. Assim, mesmo o pequeno empresário terá condições de ir a bancos públicos e privados, com esse aval da prefeitura, para conseguir empréstimo a juros baixos e garantirem esse microcrédito. Essa é a única forma de ajudar a injetar dinheiro na economia de Curitiba neste pós-pandemia”, completou. (Fotos: Hedeson Alves).

1 comentário em “Francischini defende Refis e microcrédito para empresários de Curitiba”

Deixe uma resposta