Bolsonaro: fim da Lava Jato é figura de linguagem

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

Na sua transmissão nas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro explicou, nessa quinta-feira (8), a declaração de que teria acabado com a Operação Lava Jato porque não há corrupção em seus governo. Para Bolsonaro, foi uma “figura de linguagem” e os críticos não conseguiram acompanhar seu raciocínio ou mesmo usam de má-fé para interpretá-lo equivocadamente. “Ou tá com dor de cotovelo”, observou.

“Prá mim, acabou a Lava Jato. Porque nos não temos ninguém sendo investigado. Agora, para outros locais, continua a Lava Jato”, disse. “Vou tocar pela última vez no assunto. É impressionante a hipocrisia de muita gente e de grande parte da imprensa”.

O presidente assegurou que em um ano e 10 meses de seu governo não há uma só notícia de corrupção. “Então, para nós, a Lava Jato não tem mais finalidade, graças a Deus. Agora, para os demais órgãos do Brasil, alguns Estados e municípios, vai continuar funcionando normalmente”, observou.

“Eu acabei com a Lava Jato? Isso é para pessoas que não conseguem acompanhar o raciocínio ou uma figura de linguagem ou tá de má-fé. Tenho muito orgulho de estar à frente do Executivo, com 23 ministros, onde nenhuma suspeita de corrupção até o momento pairou sobre nós”, arrematou.

Bolsonaro, acompanhado do presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, e do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, destacou que diariamente há ações da operação Lava Jato. “O ‘covidão’ nem começou ainda. Tem Estado aí que o governador  já recebeu três visitas da Polícia Federal”, disse. (Metrópoles).

 

1 comentário em “Bolsonaro: fim da Lava Jato é figura de linguagem”

Deixe uma resposta