Ex-ministro da Saúde cumpre agenda no Oeste e Sudoeste

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

O deputado federal e ex-ministro da Saúde, Ricardo Barros, visita hospitais, participa de reuniões e recebe demandas em Foz do Iguaçu, Francisco Beltrão e Guarapuava neste sábado (1.º). Barros é um dos responsáveis pela ampliação de recursos para a Saúde que os municípios vêm recebendo nos últimos anos.

A agenda começa às 7h30 em Foz do Iguaçu, onde Barros visita o Centro de Aprendizagem e Formação (CAF), entidade que atende jovens de baixa renda. O deputado também se reunirá no Poliambulatório de Foz para receber demandas da unidade.

Quando ministro da Saúde, Ricardo Barros destinou R$ 56 milhões para a saúde de Foz e região, recursos para custeio nos hospitais Costa Cavalcanti e Municipal, além de seis ambulâncias para reforço ao Samu de Foz. Recentemente, já como deputado federal, destinou, uma viatura à Guarda Municipal de Foz.

FRANCISCO BELTRÃO – Às 11h30 o deputado federal estará em Francisco Beltrão, no Sudoeste. Barros e autoridades locais visitarão as obras do Hospital Intermunicipal no bairro Água Boa. O parlamentar é responsável pela conquista dos recursos para a construção da obra. No ministério, Ricardo Barros também liberou mais de R$ 47 milhões para a região em 600 dias de gestão.

GUARAPUAVA – A agenda encerra às 15h em Guarapuava. Ricardo Barros visita o Câncer Center do Hospital São Vicente de Paulo, unidade inaugurada no dia 22. Quando era ministro, Barros destinou R$ 1 milhão e autorizou a mudança do local da radioterapia, a área está em construção e permitirá um tratamento integrado ao hospital e ao ambulatório de quimioterapia.

Ricardo Barros também garantiu mais R$ 1 milhão para o Instituto Virmond, hospital filantrópico que atende média e alta complexidade, R$ 526 mil para o Consórcio CIS Centro-Oeste e R$ 530 mil para o Consórcio Intermunicipal de Saúde.

2 comentários em “Ex-ministro da Saúde cumpre agenda no Oeste e Sudoeste”

  1. Francisco de Assis

    Defendeu o Meurer? provou não ser covarde. Meurer fez o que o sistema político sempre fez, com maior ênfase nos anos de Fernando Henrique e seu PSDB. ( Vejam Richa, Serra, Aécio, Paulo Preto, Robson Marinho) todos com contas milionárias no exterior, Suiça, Liechtenstein, Singapura e outros paraísos fiscais.

Deixe uma resposta