O governador Ratinho Jr. já arrumou a bagagem para uma nova viagem a Nova Iorque. Já esteve lá na semana passada em caráter particular; agora, de segunda a quarta-feira (15 a 17), participa de eventos oficiais para atrair investimentos norte-americanos para o Paraná e de reuniões sobre desenvolvimento sustentável na ONU.

Durante estes três dias, deixa a cargo de auxiliares a negociação com servidores estaduais, em greve parcial desde o mês passado para pressionar o governo a cumprir a data-base e conceder reajuste salarial de 4,94% (inflação dos 12 meses anteriores a maio último). As conversas estão travadas: o governo insiste em impor sua última proposta – 2% e partir de janeiro e o restante de 5,09% parcelado em prestações anuais até 2022. O funcionalismo não aceita e promete manter a greve.

A viagem a Nova Iorque é a terceira incursão internacional oficial do governador desde que tomou posse. Já esteve no Vale do Silício (Califórnia) em busca de inovações e já foi à China em busca de investidores. Como sempre, assume o posto o vice-governador Darci Piana.