Emenda de deputada prevê a proteção e recuperação das matas ciliares no entorno das nascentes de água.

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
A deputada estadual Luciana Rafagnin (PT), líder do Bloco Parlamentar da Agricultura Familiar na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), protocolou nesta segunda-feira (13) uma emenda aditiva ao projeto de lei nº 306/2021 do governo do Estado, que institui o programa Paraná Mais Verde. Por meio dessa emenda apresentada, a deputada pretende fomentar a proteção e recuperação de matas ciliares no entorno das nascentes de água na zona rural.

Luciana sugere também ao governo que associe tal medida a um serviço de fornecimento de mudas florestais e espécies nativas, a partir da reestruturação dos viveiros florestais e de laboratórios de sementes do Instituto Água e Terra, incentivando, assim, a participação das famílias de agricultores e das comunidades envolvidas na execução do programa e nesses cuidados ambientais.

“As medidas propostas na emenda ao projeto do Paraná Mais Verde são essenciais à manutenção do abastecimento de água nas cidades, bem como ao desenvolvimento das atividades agrícolas e agropecuárias no meio rural”, disse a deputada Luciana. “Tendo em vista que nos últimos anos o Estado teve de decretar situação de emergência hídrica por causa da estiagem, não podemos descuidar das possibilidades de prevenir, de enfrentar esse problema e também de diminuir os impactos e prejuízos ao povo paranaense”, completou.

A pauta da preservação e da proteção das fontes naturais de água é uma das bandeiras que a deputada Luciana tem defendido há algum tempo, inclusive já chegou a apresentar um projeto de lei em outra legislatura, prevendo a criação de um programa estadual para esse fim.

Deixe uma resposta