O vice-prefeito de Curitiba, Eduardo Pimentel Slaviero (PSDB), disse nesta segunda-feira m(17), em entrevista a Denise Mello e Paulo Sérgio Débski, da  Rádio Banda B, que está disposto a manter a parceria com o prefeito Rafael Greca (DEM) “Fico feliz com a intenção demonstrada por vários postulantes ao cargo de me ter na chapa, mas pela minha coerência e pela minha boa relação com o prefeito Greca, minha intenção é sim manter a parceria. Até porque não seria coerente mudar no meio do jogo. E o prefeito tem demonstrado esta intenção com muita clareza”.

A clareza que Pimentel se refere foi apresentada por Greca em entrevista à Banda B no último dia 16 de janeiro: “Ele é o vice dos sonhos, mas é preciso ter viabilidade política. No meu coração, ele é meu vice-prefeito. Acho que a chapa fica igual”, disse Greca, em entrevista à Banda B no último dia 16 de janeiro.

Pimentel disse também que não trabalha “ com plano B, o que sei é que é difícil ser vice de outro candidato porque agregaria pouco sendo vice de outro e a coerência não permitiria isso, além do que acabaria sendo sempre o vice e não seria um bom caminho. Mas tem muita especulação, o que posso dizer é que estou animado com a parceria que temos hoje”.

E partindo da premissa que “em time que está ganhando não se mexe”, Eduardo Pimentel ressaltou diversas vezes as conquistas da atual gestão e comentou também a diferença de personalidade entre ele e o prefeito.

“Sou muito tímido e o prefeito é um personagem que conhece a cidade como ninguém, com um estilo que o curitibano gosta. Sou mais discreto, mais tímido e talvez por isso a gente se dê tão bem. Tenho aprendido muito com ele”, afirmou.

Filiado ao PSDB desde janeiro de 2013, tendo atuado, inclusive, como presidente municipal do partido, Pimentel deixou claro que passou sim pela cabeça deixar o partido em função de uma série de denúncias, entre elas as que envolveram o ex-governador Beto Richa, mas revela que hoje não pensa em deixar o partido, que tem como principal nome o governador de São Paulo, João Dória, possível pré-candidato à Presidência da República em 2022.

Pimentel também falou sobre a expectativa com o apoio do governador Ratinho Júnior (PSD), algo possível para chapa dele com Greca. “Quero continuar sendo parceiro da administração de Ratinho Júnior. Claro que tem muitos pré-candidatos ao lado dele, mas é claro também que queremos o apoio dele”, disse. “ Entendemos o complexo jogo de xadrez político no momento com três, quatro ou cinco esperando o apoio dele, mas respeitamos inclusive uma eventual neutralidade no primeiro turno. Agora, claro que vamos buscar o apoio dele sim”. (Da Rádio Banda B).