Distribuição de vacinas gera atrito entre governo do Estado e Prefeitura de Curitiba

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

O governo Ratinho Junior distribuiu nota oficial afirmando que não procede a informação da Prefeitura de Curitiba de que não vai vacinar gestantes com o imunizante da Pfizer por falta de doses. O texto do governo do Paraná vai mais fundo ao relatar que “o município está fazendo remanejamento próprio e não está cumprindo fielmente o Programa Nacional de Imunização e Plano Estadual de Vacinação”.

Segundo fontes do Palácio Iguaçu, a Prefeitura de Curitiba informou que não vai iniciar a vacinação de gestantes e puérperas porque alega que o Estado vai destinar doses para a Educação. No entanto, Curitiba recebeu 32.760 doses da Pfizer carimbadas para esta finalidade, segundo o governo – e  simplesmente resolveu que vai vacinar trabalhadores da saúde, e informou, ainda segundo a fonte, que está seguindo o PNI à risca, o que no governo é considerado uma inverdade. (Do Blog de Zé Beto)

Deixe uma resposta