Deputada Luciana reúne lideranças para avaliar e planejar seu mandato

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Neste sábado (11), a deputada estadual Luciana Rafagnin (PT) reunirá lideranças políticas e dos movimentos populares em um encontro de balanço do atual mandato parlamentar e de sua atuação no legislativo paranaense de 2019 para cá, quando retornou à Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) , após as eleições de 2018. O objetivo do encontro é fazer uma avaliação dos trabalhos nesse período e um planejamento para 2022.

Além de membro titular nas comissões permanentes dos Direitos da Mulher e também na que defende os direitos das Crianças, Adolescentes, Idosos e da Pessoa com Deficiência (Criai), Luciana vem se destacando nos últimos anos como líder do Bloco Parlamentar da Agricultura Familiar e na proposição de projetos e de indicações em favor da saúde e de políticas públicas e iniciativas de enfrentamento da violência contra as mulheres.

É de sua autoria, por exemplo, o PL 660/2021, que proíbe a terceirização da merenda escolar no estado; o PL 305/2019, que visa barrar a contratação de agressores de mulheres (até quatro anos após a condenação) nos cargos públicos do estado e o PL 280/2020 para implantar a denúncia silenciosa de violência contra as mulheres, por meio de ferramentas como o Whatsapp, bem como os pedidos de construção de mais casas-abrigo no Paraná e de instalação de antena que permita a conexão de internet no Hospital Regional do Sudoeste Walter Alberto Pecoits e na sede do Centro de Especialidades (CRE) de Francisco Beltrão.

“Nós atravessamos um período desafiador para a população e também para a representação popular nesses dois anos de pandemia da Covid-19”, destaca a deputada Luciana. “Mesmo à distância e sob os rigores das medidas necessárias para evitar a propagação da doença e o sofrimento das famílias, os trabalhos legislativos continuaram, na maior parte do tempo em modo remoto, até porque as necessidades em socorro ao povo paranaense não diminuíram, pelo contrário”, acrescenta. “É importante apresentar à sociedade, agora, um balanço dessas ações, planejar o próximo ano e ouvir das entidades da agricultura familiar, dos coletivos de mulheres e dos movimentos populares as sugestões e os direcionamentos para o próximo período”, conclui a deputada Luciana.

Deixe uma resposta