Bolsonaro discursa na abertura da Assembleia Geral da ONU e critica Lula

De O Globo

 

O presidente Jair Bolsonaro criticou nesta terça-feira, o candidato do PT a presidente, Luiz Inácio Lula da Silva, em discurso na abertura da Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU). Lula é o principal adversário de Bolsonaro nas eleições deste ano.

Sem citar o nome do ex-presidente, Bolsonaro ressaltou escândalos de corrupção na Petrobras e afirmou que “o responsável por isso foi condenado em três instâncias”.

— No meu governo, extirpamos a corrupção sistêmica que existia no país. Somente entre o período de 2003 e 2015, onde a esquerda presidiu o Brasil, o endividamento da Petrobras por má gestão, loteamento político em e desvios chegou a casa dos US$ 170 bilhões de dólares. O responsável por isso foi condenado em três instâncias por unanimidade.

O presidente também voltou a fazer referência a Lula — e a sua sucessora, Dilma Rousseff, também do PT — ao criticar o apoio deles ao governo da Venezuela.

— Nos últimos meses, chegam por dia ao Brasil, a pé, cerca de 600 venezuelanos, a grande maioria dos quais mulheres e crianças pesando em média 15 quilos a menos do que antes, fugindo da violência e da fome, com o apoio de dois ex-presidentes de esquerda do Brasil.

Em seu discurso, Bolsonaro ressaltou as comemorações, no início do mês, do Bicentenário da Independência — que, de acordo com seus adversários, foi utilizada para a campanha eleitoral.

“Neste 7 de setembro, o Brasil completou 200 anos de história como nação independente. Milhões de brasileiros foram às ruas, convocados pelo seu presidente, trajando as cores da nossa bandeira. Foi a maior demonstração cívica da história do nosso país, um povo que acredita em Deus, Pátria, família e liberdade”, disse ele.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

%d blogueiros gostam disto: