Bolsonaro culpa isolamento social pela alta nos preços dos alimentos

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

A alta nos preços de alimentos, como arroz, óleo e carne, foi atribuída nesta segunda-feira (23) pelo presidente Jair Bolsonaro ao isolamento social, o que chamou de “fique em casa”. A declaração foi feita a apoiadores na saída do Palácio do Alvorada.

“O pessoal tem reclamado do preço dos alimentos. Tem subido, sim, além do normal. A gente lamenta isso daí. Também é uma consequência do ‘fique em casa’, quase quebraram a economia”, disse o presidente.

Bolsonaro voltou a criticar o governador de São Paulo, João Doria, ao afirmar que o tucano aumentou os impostos na capital e emendou que está fazendo o possível para que os preços no país voltem à normalidade, mas que a culpa pelo encarecimento deve ser dirigida aos governadores.

“São Paulo aumentou o ICMS [Imposto sobre circulação de Mercadorias e Serviços] de quase tudo, inclusive de produtos da cesta básica. Tem muita coisa errada, sabemos disso, mas a responsabilidade tem que ser apontada para quem é de direito. Todo mundo aponta para mim essa questão dos preços dos alimentos. Estamos fazendo o possível para voltar à normalidade”, apontou sem dizer quais medidas estão sendo adotadas.

Segundo o presidente, caso o governo não tivesse implementado o auxílio emergencial, o Brasil estaria numa situação pior. “Se não tivéssemos feito o possível, como foi lá atrás, para ajudar pequena e microempresa, o auxílio emergencial, acho que estaria terrível a situação aqui no Brasil”. (Correio Braziliense).

 

Deixe uma resposta