Aprovada urgência para votação de projeto de reabertura da Estrada do Colono

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

A Câmara dos Deputados aprovou regime de urgência para votação do Projeto de Lei 984/19, de autoria do deputado Vermelho (PSD-PR), que cria a categoria de Unidade de Conservação, denominada Estrada-Parque, e institui a Estrada-Parque Caminho do Colono no Parque Nacional do Iguaçu (região Oeste do Paraná). Ambientalistas são contrários à proposta, afirmando que ela seria uma manobra legislativa para reabrir um antigo caminho no parque, fechado há duas décadas por ordem da Justiça. A estrada ilegal, que ficava entre Serranópolis e Capanema, vinha sendo amplamente utilizada para o transporte de ilícitos.

“Somos responsáveis e estamos no ano de 2021. Se não tivermos competência e capacidade de construir uma estrada ecologicamente correta, podemos devolver o Brasil aos índios. Este parque existe, mas antes dele existiu a estrada em 1920. O parque foi criado em 1939”, argumentou o deputado Vermelho. Ele observou que outras estradas passam por parques ecológicos, como a Rodovia Imigrantes em São Paulo.

O deputado Luizão Goulart (Republicanos) lembrou que a estrada não é nova e já ligava dois municípios por 17 quilômetros. “Por uma deficiência na legislação, ela foi fechada judicialmente. Hoje, os moradores de Serranópolis e Capanema têm que dar uma volta de 180 quilômetros”, afirmou.

Luizão Goulart argumentou que em todo o Brasil há estradas-parques bem conservadas e com manejo. “É possível, sim, manter a preservação do meio ambiente e uma estrada no local.” (Bem Paraná e assessoria).

Deixe uma resposta