Embora o governador Ratinho Jr. tenha anunciado o fim da greve dos servidores após acordo firmado esta tarde no Palácio Iguaçu, a APP-Sindicato está com assembleia marcada para 8h30 deste sábado (13) no acampamento montado diante do Palácio Iguaçu para deliberar sobre o acatamento da proposta ou pela continuidade da greve geral unificada.

O acordo estabeleceu 2% de reajuste a partir de janeiro e parcelamento do índice total de 5,09% em quatro vezes até 2022. Faltas não serão descontadas se aulas e dias paralisados pelos grevistas sejam repostos.

Em nota encaminhada ao Contraponto, o Fórum das Entidades Sindicais (FES) diz que “o fim da greve só pode ser definida em assembleias das categorias”, acrescentando que ainda teve acesso à proposta do governo para análise.

“Assim que tiverem acesso, ela será avaliada e categorias podem realizar assembleias e avaliar se aceitam ou não”, afirma a nota.