Anvisa recomenda quarentena para a comitiva de Bolsonaro

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendou na madrugada desta quarta-feira (22) que todos os integrantes da comitiva do presidente Jair Bolsonaro que tiveram contato com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, adotem medida de isolamento social, permanecendo em quarentena assim que retornarem ao Brasil. Por conta de Queiroga ter sido diagnosticado com Covid-19 em exame feito nos Estados Unidos, a Anvisa remeteu um ofício à Casa Civil dando as orientações sanitárias que seguem as medidas protetivas no caso da pandemia.

A recomendação da Anvisa também deve ser aplicada ao presidente Jair Bolsonaro. Segundo a agência, as medidas devem ser seguidas por todos que tiveram contato com o ministro durante a viagem a Nova York, em que o presidente abriu a Assembleia Geral da ONU. As informações são do jornal O Globo.

São as seguintes as orientações da Anvisa para a Presidência da República:

1) desembarque no Brasil de forma a expor o mínimo possível ambientes e pessoas;

2) isolamento de 14 dias após o último dia de contato com o caso confirmado de covid-19, conforme o Guia de Vigilância Epidemiológica para Covid-19 publicado pelo Ministério da Saúde;

3) cumprimento de isolamento na cidade de desembarque no Brasil, evitando novos deslocamentos até que tenham ultrapassado o período de transmissibilidade do vírus;

4) refazer os testes de Covid-10 no Brasil.

A Anvisa também sugeriu que a Aeronáutica faça limpeza e desenficção da aeronave presidencial e demais aviões que possam ter sido usados na viagem a Nova York.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

%d blogueiros gostam disto: