Alvaro e Oriovisto apoiam pedido de impeachment de Gilmar Mendes

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

Os senadores Alvaro Dias e Oriovisto Guimarães, ambos do Podemos paranaense, assinaram carta de apoio a um pedido de impeachment do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes. O documento, produzido por um grupo de juristas coordenado pelo advogado paulista Modesto Carvalhosa, já está Senado Federal.

“Nós, Senadores da República infra-assinados, vimos a público manifestar nosso apoio ao aditamento à denúncia por crimes de responsabilidade (pedido de impeachment) formulado em desfavor do Ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes pelos juristas Modesto Carvalhosa, Laércio Laurelli e Luís Carlos Crema”, diz a carta que recebeu a assinatura de vários senadores.

Segundo aditamento, Mendes teria adotado condutas que configuram “crimes de responsabilidade ao proferir julgamento mesmo suspeito”. Além disso, os juristas acrescentaram a recente declaração do ministro associando o Exército Brasileiro a um “genocídio” na gestão da pandemia do novo coronavírus no Brasil, em referência a presença excessiva de militares no Ministério da Saúde.

Os parlamentares afirmam que “não se pode admitir que um membro da mais alta Corte do país continue se valendo de sua função para prejudicar o equilíbrio entre as instituições e os Poderes, desonrando a Magistratura nacional e extrapolando os limites atribuídos pela própria Constituição Federal”.

O pedido de impeachment de Mendes aguarda a análise do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (Com informações da CBN).

2 comentários em “Alvaro e Oriovisto apoiam pedido de impeachment de Gilmar Mendes”

  1. Esperar o que de dois velhos egoístas que só pensam em suas carreiras o que precisaria é um impeachment para esses dois pelo povo paranaense pelo péssimo trabalho apresentado até agora por eles.

  2. Larry de Camargo Vianna Nascimento

    O presidente do senado não pauta e os senadores ficam calados. Participem, vão às ruas reclamar. Reclamar da tribuna(hoje nem isto) não adianta. Façam barulho em frente ao senado

Deixe uma resposta