Alep discute em audiência pública as demissões na Renault

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

A Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) realiza, nesta sexta-feira (31), a partir das 10 horas, uma audiência pública de forma remota para discutir os motivos e consequências das 747 demissões na fábrica da Renault, em São José dos Pinhais ocorridas no dia 22 de julho.

O debate será realizado a pedido do deputado Arilson Chiorato (PT) e contará com a participação de diversos deputados, bem como representantes do sindicato dos trabalhadores e entidades representativas.

As demissões na empresa têm sido motivo de preocupação por parte dos deputados estaduais. Desde que foram anunciadas, diversos deputados, entre eles o deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB), Requião Filho (MDB), Ricardo Arruda (PSL), Luciana Rafagnin (PT) e Professor Lemos (PT), se pronunciaram na sessão plenária, se reuniram com representantes do Sindicato dos Metalúrgicos, enviaram ofícios ao Governo do Estado com o objetivo de fazer com que a decisão da empresa fosse revertida. Entre as alegações dos parlamentares está a lei estadual 15.426/2007, que apresenta uma série de condições às empresas que recebem incentivos fiscais devem cumprir, inclusive a “manutenção de nível de emprego e vedação de dispensa, salvo por justa causa ou motivação financeira obstativa da continuidade da atividade econômica devidamente comprovada pelo beneficiário do incentivo fiscal”.

Os demais funcionários da empresa estão em greve em protesto contra as demissões. Para o deputado Chiorato, a audiência pública servirá para “debater, tratar e buscar solução para os 747 demitidos pela Renault. Junto com MP cobrar o Governo e também a empresa para acharmos uma solução e não deixarmos as pessoas, nesse momento de pandemia nessa situação inadmissível, uma multinacional que recebeu e recebe tantos incentivos fiscais do Estado do Paraná”.

A audiência pública poderá ser acompanhada ao vivo pela TV Assembleia, através dos canais 20.2 em tv aberta e 16 através da Claro/Net, e pelas redes sociais do Legislativo nesta sexta-feira (31) a partir das 10 horas.

 

 

Deixe uma resposta