Aeroporto Afonso Pena terá voo direto para Lima, no Peru

O Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba, terá mais um voo internacional direto. A partir de 28 de outubro, a Latam inicia a rota do Paraná até Lima, no Peru. O anúncio foi feito pela empresa nesta terça-feira (11). As vendas de passagens começam nos próximos dias.

Com o novo voo, o Aeroporto Afonso Pena terá seis rotas internacionais com e sem escalas: Curitiba – Montevidéu (Uruguai), pela Azul; Curitiba- Santiago, pela Latam; Curitiba-Buenos Aires, pela Gol; Curitiba-Buenos Aires pela Aerolineas Argentinas; Curitiba-Santiago e Curitiba-Buenos Aires, ambas pela JetSmart.

Operação

A conexão do Paraná para Lima tem estimativa de transportar até 43 mil passageiros por ano. No Brasil, a Latam opera outros três voos para Lima, partindo de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília.

O voo Curitiba-Lima será operado sempre às segundas e quintas-feiras e sábados, a bordo de aeronaves Airbus A320, com capacidade para até 174 passageiros e duração média de 5 horas. Antes, o passageiro que fizesse a ligação de Lima a Peru e vice-versa, com conexão em Brasília, por exemplo, fazia o trajeto com três horas a mais na viagem.

Mesmo sem conexão aérea direta, o Paraná registrou a entrada de 7.967 turistas do Peru no ano de 2023, de acordo com dados da Embratur. “Esse número deve ser muito maior, pois quando existe conexão, os turistas são registrados pela alfândega dos outros Estados, mas na verdade estão com o Paraná como destino”, explica Nunes.

A Latam opera atualmente a maior malha aérea da sua história no Brasil, com voos para mais de 50 aeroportos em território nacional. Na prática, lidera a aviação brasileira desde 2021, segundo a Agência Nacional de Aviação Civil. (Anac).

Somente em 2023, quando transportou 33 milhões de passageiros domésticos no Brasil, a Latam viu crescer em 8% a sua operação em todo o território nacional, na comparação com 2022. A Latam liderou o mercado de voos internacionais no Brasil em março de 2024, com participação de 24%, segundo a Anac. Atualmente, é a empresa aérea que mais transporta turistas ao Brasil, com voos próprios a partir de 90 aeroportos no exterior. (AEN).

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui