Empregados de academias se acorrentam na frente da prefeitura de Curitiba para exigir reabertura das casas

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

Dez empregados de academia se acorrentaram na manhã desta segunda-feira(20), em meio à neblina,  em frente à Prefeitura de Curitiba para exigir a reabertura dos estabelecimentos. Argumentam que a atividade física é essencial e que um decreto do Governo Federal definiu isso, embora a bandeira laranja que está valendo na capital não permita o funcionamento das academias. A informação é da Rádio Banda B.

“Estamos aqui protestando, porque não aceitamos esse Decreto Municipal que não determina as academias como essenciais. Somos promotores da saúde e queremos que isso mude. Estamos em um protesto pacífico, como cidadãos, para que as academias sejam essenciais, baseado no que diz o Governo Federal”, disse à Banda B um personal trainer.

“Demonstramos nosso descontentamento com o município e governo com relação ao fechamento das academias e queremos ser recebidos. Atividade física é fundamental para a saúde do cidadão de Curitiba. O risco de contaminação é maior em outros diversos lugares. Pretendemos ficar aqui até que a gente tenha uma resposta”, ponderou.

Segundo a Banda B, a Prefeitura de Curitiba ainda não se pronunciou sobre o protesto nem sobre a possibilidade de receber um grupo de empregados das academias. (Foto de Djalma Malaquias, da Banda B)

1 comentário em “Empregados de academias se acorrentam na frente da prefeitura de Curitiba para exigir reabertura das casas”

Deixe uma resposta