Augusto Aras determina abertura de apuração preliminar sobre offshores de Guedes e Campos Neto

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
O procurador-geral da República, Augusto Aras, determinou nessa segunda-feira (4) a abertura de uma apuração preliminar sobre as offshores ligadas ao ministro da Economia, Paulo Guedes, e ao presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto. O procedimento é chamado notícia de fato.

Nesta fase, o chefe do Ministério Público Federal (MPF) vai colher informações sobre o caso, o que inclui um pedido de esclarecimentos a Guedes e a Campos Neto.

A avaliação sobre a eventual instauração de inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF), em que ministros de Estado têm foro, ocorre somente em etapa posterior.

A informação de que os dois mantêm empresas em paraíso fiscal foi revelada no útimo domingo (3) por veículos como a revista Piauí e o jornal El País, que participam do projeto do Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ).

 

Deixe uma resposta