Vereadores de Curitiba debatem atendimento das UPAs com surto de dengue e de doenças respiratórias

“Os casos de dengue e as doenças respiratórias comuns da troca de estação têm gerado aumento na procura [das unidades de saúde]. secretária municipal da Saúde, Beatriz Battistella, tem se esforçado, está pronta para atender, mas temos que ter esses alertas, e sugerir mais profissionais momentaneamente”, disse João da 5 Irmãos (MDB), presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Curitiba (CMC).

Olhando para a realidade da Regional Cajuru, que é o distrito de Curitiba com mais casos confirmados de dengue, João da 5 Irmãos mostrou preocupação com o descarte irregular de lixo como fator de infestação e sugeriu à Secretaria Municipal de Saúde (SMS) remanejar equipes para reforçar o atendimento da UPA. “Temos que fazer esse alerta”, defendeu João da 5 Irmãos. Além dele, Maria Leticia (PV) e Alexandre Leprevost (União) abordaram o assunto. Mais cedo, a Tribuna Livre abordou a Central Saúde Já, de teleatendimento, que é uma opção para desafogar o atendimento das UPAs.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui