Universidades – 1:  O bom desempenho das estaduais do Paraná

As sete universidades estaduais do Paraná mantiveram o bom desempenho na avaliação do Ministério da Educação (MEC) que indica a qualidade do ensino superior brasileiro. Foram seis universidades com conceito 4 e uma com conceito 3, em uma escala que vai de 1 a 5.

De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), autarquia do MEC, as Universidades Estaduais de Londrina (UEL), Maringá (UEM), Ponta Grossa (UEPG), Centro-Oeste (Unicentro), Oeste do Paraná (Unioeste) e do Norte do Paraná (UENP) estão entre as mais bem colocadas no Índice Geral de Cursos (IGC) 2018.

O IGC é desenvolvido com base na média das notas dos cursos de graduação e pós-graduação de cada instituição. O indicador é responsável por sintetizar a qualidade de todos os cursos de graduação, mestrado e doutorado da mesma instituição de ensino.

No cenário nacional, a UEL ocupa a 21ª colocação entre as universidades públicas (federais, estaduais e municipais) brasileiras, consolidando-se como a segunda melhor do Paraná, atrás apenas da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

“A manutenção da nossa posição do ranking é fruto do trabalho de professores, estudantes e técnicos que garantem uma boa formação universitária. Somos uma universidade consolidada na qualidade”, disse o reitor da UEL, Sérgio Carvalho.

O Inep também avaliou 11 cursos de graduação da UEL, considerando o IGC e o Conceito Preliminar de Cursos (CPC), que representa uma média de diferentes medidas da qualidade. Destes cursos avaliados, oito apresentaram nota quatro, sendo considerados muito bons.

O CPC é um indicador de qualidade que avalia os cursos de graduação. Seu cálculo e divulgação ocorrem no ano seguinte ao da realização do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), com base na avaliação de desempenho de estudantes, no valor agregado pelo processo formativo e em insumos referentes às condições de oferta (corpo docente, infraestrutura e recursos didático-pedagógicos).

Em 2018 foram avaliados os cursos de Administração, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Design, Direito, Jornalismo, Psicologia, Publicidade e Propaganda, Secretariado Executivo, Serviço Social e Tecnologia em Gestão Pública.

A UEM está em 25ª lugar entre as universidades públicas brasileiras avaliadas. Entre as paranaenses, é a terceira melhor. O CPC avaliou 12 cursos da instituição e 7 deles conquistaram o conceito 4.

Pela primeira vez na história, a UENP alcançou o conceito 4 no IGC figurando entre as 30 melhores instituições de ensino do Paraná. A universidade teve quatro cursos avaliados, um com conceito 4 e três com nota 3.

Das 34 universidades estaduais avaliadas, a Unicentro foi considerada a 6ª melhor do país, seguida pela Unioeste em 7ª. As duas universidades estão entre as 30 melhores instituições públicas brasileiras. A Unicentro também teve 17 cursos avaliados, 12 com nota 4. Dos 17 cursos da Unioeste 9 conquistaram o conceito 4.

A UEPG figura entre as 10 melhores instituições estaduais do Brasil e entre as 47 melhores universidades públicas. Dos 10 cursos avaliados, 5 estão classificados com conceito 4.

A Unespar aparece entre as 86 melhores instituições públicas com 13 cursos nota 4 e 3.

 (AEN).

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui