Prefeito de Fazenda Rio Grande é cassado por causa de esquema com vacinas

O prefeito de Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba, Nassib Hammad (PSL), foi cassado nesse domingo (20). Ele era acusado de se envolver em um esquema de fura-fila da vacinação contra a Covid-19. Além disso, pesava contra ele uma acusação de contratação irregular de servidores.

A cassação foi decretada pela Câmara Municipal, após uma sessão que durou quase 17 horas e reuniu 11 dos 13 vereadores. A sessão começou no sábado. Foi a terceira vez que a Câmara se reuniu para avaliar o assunto. As outras, em setembro e em novembro de 2021, foram suspensas por decisões liminares na Justiça.

O vice-prefeito, Marco Marcondes (Pros), vai assumir o cargo.

Segundo as investigações, 170 servidores da Prefeitura de Fazenda Rio Grande teriam furado a fila de vacinação contra a covid-19. Alguns inclusive estariam fora da faixa etária para imunização.

Em outra denúncia, Hammad foi acusado de contratar servidores sem qualificação para os cargos que viriam a ocupar. Um deles teria ate usado um documento falso.

“O Povo Fazendense e os 55,42% de eleitores da Cidade não estão felizes com esse cenário. Justiça se faz com Ética, Moral e Compromisso”, diz uma nota dos advogados de Nassib Hammad, divulgada neste domingo.(Do portal Bem Paran

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

%d blogueiros gostam disto: