O presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez, anunciou nesta quinta-feira o rompimento das relações diplomáticas com a Venezuela e que desconhece Nicolás Maduro como presidente reeleito para mais um período que se inicia neste dia 10 e que se estende até janeiro de 2015.

Em mensagem por meio de sua página oficial no Facebook às 13 horas (14h no Brasil), Abdo afirmou que a primeira consequência é a retirada de todo o corpo diplomático paraguaio em Caracas e a expulsão do corpo diplomático venezuelano de Assunção.

“Esta é a consequência de anos de vínculos instáveis com o país caribenho, que vive uma ditadura desde a época de Hugo Chávez, que morreu em 2013. O pior momento havia sido quando o nosso país foi expulso do Mercosul por após o então presidente Fernando Lugo apoiar o regime chavista.