Início memória Morre em Curitiba o jornalista Antônio Roberto Simplício

Morre em Curitiba o jornalista Antônio Roberto Simplício

O jornalista Antonio Roberto de Oliveira Simplício, de 69 anos, morreu na madrugada desta sexta-feira (12), em Curitiba, onde morava. Ele também era pastor evangélico. Nascido em Arapongas, ele passou por vários jornais do Paraná e Santa Catarina. Simplício lutava contra um câncer no pâncreas havia meses. Deixa esposa, filhos e netos.

Simplício trabalhou na Folha de Londrina e no jornal Panorama, em Londrina. Em Apucarana, nos anos de 1980, foi editor chefe da Tribuna da Cidade, que depois se fundiu com o Jornal do Norte, dando origem à Tribuna do Norte. Ele também foi chefe de gabinete na gestão do prefeito José Domingos Scarpelini.

Foi editor chefe da Gazeta do Paraná, em Cascavel, e editor executivo de A Notícia, em Joinville, jornal pelo qual também trabalhou na sucursal de Lages. No início dos anos 2000, mudou-se para Curitiba, onde trabalhou como assessor parlamentar, também no governo do Paraná, inclusive com lotação na Casa Civil, no governo de Orlando Pessuti, e por muitos anos trabalhou na assessoria do Provopar.

Em Apucarana, foi um dos fundadores da Associação de Libertação de Vidas de Apucarana (Alva), que trabalhava na recuperação de pessoas em drogadição. Ele presidiu a entidade por 12 anos. Nos últimos meses, Simplício vinha se dedicando ao ministério, como pastor evangélico, em Curitiba.

 

 

1 COMENTÁRIO

  1. Hoje meu sogro partiu para a glória eterna. Me ensinou que cada dia deve ser vivido intensamente, que servir ao próximo é ser feliz e copiar a Cristo é ter o foco correto na passagem por este mundo. Fica com Deus meu sogro. Eu te amo muito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile