Início Política Moro diz na ACP que está comprometido com as reformas que o...

Moro diz na ACP que está comprometido com as reformas que o País precisa

O pré-candidato à presidência da República, Sérgio Moro (Podemos), disse nesta terça-feira (25) na Associação Comercial do Paraná (ACP) que está comprometido com as reformas “necessárias para que o país retome o crescimento de forma sustentável”. Moro foi recebido na entidade para um almoço com integrantes da diretoria e conselhos. Também participaram do encontro os senadores paranaenses Alvaro Dias, Oriovisto Guimarães e Flávio Arns,todos do Podemos,  e a presidente nacional do Podemos, Renata Abreu, de São Paulo.

Moro foi saudado pelo presidente Camilo Turmina, que fez um resumo das demandas do setor produtivo  e que precisam estar no radar dos candidatos. Turmina lembrou que “as taxas de juros no Brasil estão entre as mais elevadas do mundo, sem falar na substituição tributária, que é adrenalina na veia. Paga-se os impostos antes de colocar a mercadoria no estoque da loja, imposto recolhido antes de sair do fornecedor”, destacando que “os tributos sobre consumo no Brasil são leoninos”. O dirigente também ressaltou a necessidade de uma reforma administrativa que venha a diminuir os custos da máquina pública.

Sérgio Moro disse que o país não pode mais suportar a lentidão dos governos no encaminhamento das reformas. “Desta forma, cada governo procrastinando e transferindo para o seguinte, o Brasil não sairá da estagnação. É preciso mexer no complexo sistema de impostos para facilitar a vida do cidadão e dos empreendedores. Hoje a empresa tem que dispor de um exército de contadores para entender o sistema tributário. Está na hora de acabar com o jeitinho e resolver de fato este problema que vem travando o crescimento do Brasil”.

Moro disse que espera viabilizar sua candidatura com “propostas realistas para o país”, conciliando “responsabilidade fiscal com responsabilidade social”. Segundo ele, o país precisa de mudança de rumo, “sem continuidade e sem volta ao passado”.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile