Início Política Justiça condena atual deputado e o torna inelegível

Justiça condena atual deputado e o torna inelegível

A 33ª Vara Eleitoral de União da Vitória condenou um deputado estadual e outros 12 réus por ilícitos eleitorais. Os fatos que geraram as punições referem-se às eleições municipais de 2016, nas quais os réus, de acordo com a sentença, cometeram ilícitos como abuso do poder político e econômico, formação de “caixa 2” e doações ilegais à campanha.

De acordo com a ação ajuizada pela Promotoria Eleitoral de União da Vitória, o deputado envolveu-se na campanha para tentar eleger o genro como prefeito da cidade. Porém, ele foi derrotado no pleito.

Nesta eleição concorreram Santin Roveda, (do Partido da República) e Thyago Pigatto Caus (PSC). Roveda ganhou a eleição. Thyago ficou em segundo lugar e é casado com uma moça de sobrenome Bakri – mesmo sobrenome do deputado Hussein Bakri, da bancada do PSD na Assembleia.

Todos os réus receberam como pena a inelegibilidade por oito anos. Cabe recurso da decisão.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile