Início Eleições João Carlos Ribeiro desistiu e negou, mas agora confirma desistência de candidatura

João Carlos Ribeiro desistiu e negou, mas agora confirma desistência de candidatura

A defesa do empresário João Carlos Ribeiro (PSC) protocolou no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), na manhã deste domingo (25), o pedido de desistência da candidatura dele à Prefeitura de Pontal do Paraná, no litoral do Estado. A desistência também foi confirmada pela assessoria de imprensa da campanha de João Carlos Ribeiro e anunciada nas redes sociais da chapa.

O anúncio foi confirmado após idas e vindas sobre a desistência do empresário. Na última sexta-feira (23), a assessoria de imprensa da obra do Porto Pontal, da qual Ribeiro é dono, havia comunicado que o empresário estava desistindo da candidatura. Todavia, nesse sábado (24), Ribeiro publicou um vídeo nas redes sociais afirmando que não desistiria de sair candidato e que as informações da desistência eram falsas.

A procuração de Ribeiro aos advogados pedindo a renúncia, que também foi juntada no processo do TRE, no entanto, foi assinada ainda na quarta-feira (21).

Na nota publicada neste domingo, o candidato afirma que as razões da desistência são “de caráter absolutamente pessoal, com forte abalo emocional”.

A coligação que Ribeiro fazia parte informou que os partidos devem se reunir na tarde deste domingo (25) para decidir os rumos da campanha.

Investigações

O empresário é investigado pela Polícia Federal (PF), sob suspeita de pagar propina superior a R$ 1 milhão para obter a licença ambiental da obra do porto.  A Polícia Federal apontou suposta ingerência política do senado Fernando Collor de Mello no Ibama para atender interesses de Ribeiro na instalação do porto. A obra está suspensa pela Justiça. (Do G1 Paraná).

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile