Início Eleições João Arruda critica excesso de burocracia e fiscalização agressiva

João Arruda critica excesso de burocracia e fiscalização agressiva

O ex-deputado federal João Arruda, candidato do MDB à Prefeitura de Curitiba, participou na manhã desta terça-feira(27) na Associação Comercial do Paraná (ACP) da série de sabatinas com os postulantes ao cargo de prefeito da capital paranaense. Ele disse que uma de suas prioridades será melhorar o ambiente de negócios na cidade e criticou “o excesso de burocracia, a fiscalização agressiva e as exigências sem diálogo”.

Arruda informou que seu plano de governo prevê a criação de estruturas “voltada ao trabalho e à produção”, como a Universidade do Trabalhador, a ser instituída com o apoio de entidades e universidades, “para capacitar mão de obra e atuar diretamente com as empresas para atender suas demandas”.

Outra de suas metas na área é a criação de uma cooperativa de crédito para pequenos empreendedores, “que será oportuna no pós pandemia para atender aquelas milhares de pessoas que perderam emprego e sonham  em abrir um pequeno negócio. Na área de mobilidade, João Arruda modernizar o sistema e aperfeiçoar a integração com a Região Metropolitana. Citou o exemplo, de Araucária, que “melhorou os serviços do sistema, reduziu tarifas e recuperou usuários que haviam deixado de usar o transporte público”. Também assumiu o compromisso de concluir a linha verde no prazo de quatro anos.

Participam como apoiadores da série de sabatinas, promovida pelo Conselho Político da ACP,  o Movimento Pró Paraná,  Instituto de Engenharia do Paraná, Instituto Democracia e Liberdade, Sindicato das Agências de Propaganda e Sindicato das Empresas de Asseio e Conservação e Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná.

 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile