Janot está livre para denunciar Temer

A votação no STF foi unânime: todos os ministros presentes (Gilmar Mendes esteve ausente!!!) votaram contra a tese de Temer de que Janot não poderia prosseguir investigações contra ele por demonstrar suposta “inimizade capital” contra o presidente.

Cármem Lúcia acaba de proclamar a rejeição unânime do pedido de Temer.

Com isto, levantam-se todas as dúvidas sobre se a PGR poderia ou não apresentar ao STF uma nova denúncia contra Michel Temer por corrupção passiva e obstrução da justiça. Em viagem, o ministro Luiz Roberto Barroso também esteve ausente no plenário do STF.

Assim, Janot está livre para apresentar ao STF, talvez nesta quinta-feira, sua segunda denuncia contra Temer. Em seguida, a denúncia segue para a Câmara, a quem cabe autorizar o prosseguimento do processo.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui