Início Administração Pública Governo decreta sigilo de encontros de Bolsonaro com pastores lobistas

Governo decreta sigilo de encontros de Bolsonaro com pastores lobistas

O Palácio do Planalto decretou sigilo sobre os encontros entre o presidente Jair Bolsonaro (PL) e os pastores acusados de negociar verbas do Ministério da Educação segundo informa o jornal O Globo.

Em áudios divulgados no último mês de março pelo jornal Folha de S. Paulo, o ex-ministro da Educação Milton Ribeiro admitiu  que repassava recursos dando prioridade a prefeitos ligados ao pastor Gilmar, indicado pelo presidente da República.

De acordo com O Globo, foi solicitado, por meio da Lei de Acesso à Informação, a relação das entradas e saídas dos dois pastores no Palácio do Planalto. Após o questionamento, o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) enviou parecer afirmando que “a solicitação não poderá ser atendida, porque a divulgação dessa informação poderia colocar em risco a vida do presidente da República e de seus familiares“.

Os pastores se encontraram com Bolsonaro três vezes no Palácio do Planalto e uma no Ministério da Educação, com a presença de Ribeiro.

Dois pastores foram acusados por prefeitos de intermediar a liberação de recursos do MEC para prefeituras em troca de propina. O escândalo, que ficou conhecido como “bolsolão do MEC”, derrubou Ribeiro do cargo de ministro da Educação.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile