Faz de contas

O Ministério Público de Contas queria a reprovação das contas de 2016 do governador Beto Richa. O relator do parecer prévio, conselheiro Fabio Camargo, encontrou dezenas de irregularidades. O conselheiro Ivens Linhares outras tantas e ainda mais graves. No seu voto, outro conselheiro, Fernando Guimarães, disse que a continuar lidando assim com as contas do estado, o sistema de Previdência do estado vai falir em curtíssimo prazo. O veterano Artagão de Mattos Leão reclamou que as irregularidades encontradas nas contas de 2016 são exatamente as mesmas apontadas em 2013, 2014 e 2015.

Depois de tudo isso, o que você acha que o Tribunal de Contas deveria ter feito?

Acertou: deveria ter aprovado as contas! Foi o que de fato aconteceu, como em 2013, 2014, 2015…

A única diferença é que, desta vez, o Tribunal disse que vai fiscalizar melhor para saber se as ressalvas, recomendações e determinações que costumeiramente faz serão obedecidas.

Ninguém falou, mas você pode pensar à vontade: o TCE precisa existir? Ou só fazer de contas? Ou ainda só é necessário para julgar e punir prefeitinhos?

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

%d blogueiros gostam disto: