Início Paraná DER publica novo edital para estudos da Ponte de Guaratuba

DER publica novo edital para estudos da Ponte de Guaratuba

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR) publicou edital para contratar a elaboração dos estudos ambientais e estudos preliminares de engenharia da implantação da Ponte de Guaratuba e seus acessos. O investimento previsto é de R$ 4,8 milhões.

“Essa é uma das obras mais importantes para o litoral paranaense e uma absoluta prioridade para o governador. No ano passado fizemos uma seleção de empresas para participar desse novo edital e, para se ter uma ideia da seriedade da iniciativa, temos não apenas empresas brasileiras interessadas, como também da Espanha, da França e do Japão” afirma o secretário de Infraestrutura e Logística do Paraná, Sandro Alex.

.O edital está incluído no Programa Estratégico de Infraestrutura e Logística de Transportes do Paraná, que conta com financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Os consórcios de empresas participantes têm até 8 de fevereiro para entregar suas propostas. A abertura dos envelopes será no dia 9 de fevereiro, às 14 horas, no auditório do 1º andar da sede do DER-PR em Curitiba, com transmissão ao vivo pela Internet. A licitação ocorrerá na modalidade Seleção Baseada na Qualidade e Custo (SBQC), em que a vencedora será selecionada de acordo com as melhores propostas técnicas e de preço, seguindo os critérios estabelecidos no edital.

Ambiental – O edital prevê a elaboração de um Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental (EIA-RIMA) e de estudos preliminares de engenharia, utilizando como base o Estudo de Viabilidade Técnica Econômica e Ambiental (EVTEA) da Ponte de Guaratuba, já concluído e aprovado pelo DER-PR.

“Esse novo edital vai se basear nas três melhores alternativas apontadas pelo EVTEA, validando ou propondo alterações que garantam a melhor solução para essa obra, do ponto de vista ambiental e técnico.” explica o diretor-geral do DER/PR, Fernando Furiatti. “Com o EIA-RIMA e os estudos preliminares em mãos, devemos licitar a elaboração dos projetos de engenharia e a execução da obra em si”.

O prazo previsto para execução dos estudos ambientais e estudos preliminares de engenharia é de 420 dias corridos, contados a partir da emissão da Ordem de Serviços. Os resultados do EIA-RIMA serão apresentados em audiência pública após sua conclusão. (AEN).

 

1 COMENTÁRIO

  1. Qual é mesmo o nome do órgão governamental, onde me queixo da eficiência do servidor público responsável?

    Onde eu li no site do governo sobre a vida funcional. Esta escrito na lei que rege as relações direitos e deveres do servidor, ser eficiente.

    Mas nenhum servidor parece se importar com a eficiência e ninguém parece acompanhar o desempenho d e seus prepostos…

    O governador devia estar de olho nisso
    Pq cada estudo desse rouba dos cofres, não acrescenta, pois inúmeros estudos por os melhores especialistas já foram feitos, aí… Nada é implementado, logo os mesmos ficam invalidado pq a vida segue seu ritmo e o ambiente muda

    Então novo estudo é feito e mais dinheiro gasto, pense se governador, se isso é responsabilidade…. O preço de cada estudo… Coberta na construção e manutenção de uma creche em. Guaratuba…

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile