Início Brasil Deltan Dallagnol ataca sistema de justiça do Brasil

Deltan Dallagnol ataca sistema de justiça do Brasil

O procurador da República Deltan Dallagnol , ex-coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato, criticou nessa quinta-feira (15) o sistema de justiça brasileiro, depois da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que anulou as condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) determinadas pela Justiça Federal paranaense. Dallagnol chamou o sistema de   “disfuncional”, “irracional” e disse que é um “jogo de perde-perde para a sociedade”.

“A decisão do STF de hoje expõe uma face de um sistema de justiça criminal disfuncional: se o caso do ex-presidente Lula tivesse tramitado em Brasília, teria sido anulado também. Ou seja, o desenho do sistema brasileiro o torna um jogo de perde-perde para a sociedade”, disse Dallagnol, em seu perfil no Twitter.

“No caso Lula, o STJ (Superior Tribunal de Justiça) entendeu que a Justiça Federal em Curitiba deveria julgar o caso. Ou seja, se o caso tivesse tramitado em Brasília, o STJ teria anulado o caso em habeas corpus, em decisão contra a qual não caberia recurso”, continuou o procurador. “Se isso ocorresse, em seguida, o caso tramitaria em Curitiba e seria novamente questionado nas instâncias superiores. Sabemos o que sucederia: chegando ao STF, este remeteria o caso de novo para Brasília, anulando mais uma vez a condenação”. (Do portal Bem Paraná).

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile