Início Brasil Chanceler explica: é o asfalto que causa aquecimento global

Chanceler explica: é o asfalto que causa aquecimento global

Quando você vê cenas de geleiras despencando e escuta cientistas falando que o aquecimento global está crescendo e ameaçando a humanidade por causa da poluição e da destruição desenfreada do meio ambiente, saiba que há uma explicação bem mais simples para o fenômeno. Segundo o chanceler Ernesto Araújo, em palestra na Câmara Federal, o mundo está esquentando também por causa da expansão das ruas asfaltadas.

Na década de 1930, por exemplo, quando havia pouco asfalto, a temperatura era menor. Agora, segundo estudos feitos nos Estados Unidos, onde antes havia mar agora existe uma via asfaltada e, é lógico, a temperatura subiu ali desde então, segundo a estação meteorológica instalada à beira do estacionamento.

A temperatura global, disserta o ministro, é a média de todas as médias do mundo tiradas por milhares de estações meteorológicas. “Não há um termostato que meça a temperatura global”, preleciona o chanceler, embora diga que não quer descer muito a detalhes técnicos. Mas fez um apelo para que a discussão sobre o problema não seja feita com viés ideológico.

Donde se deduz que prefeitos operosos, como Rafael Greca, que insiste em asfaltar centenas de quilômetros de ruas, são também responsáveis pelo aquecimento. No caso de Curitiba, a fria, até que faz bem.

Tá tudo bem explicado, como você pode entender facilmente no vídeo abaixo:

3 COMENTÁRIOS

  1. Mais uma vez Ernesto e Weintraub, discípulos de Olavo, o condecorado, brilham e quase ofuscam o restante do noticiário da semana. Seria até divertido, se não fosse grave, o fato de personagens como esses ocuparem ministérios importantes como Relações Exteriores e Educação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile