Início Curitiba Câmara entrega nesta quinta cidadania honorária de Curitiba a Sérgio Moro

Câmara entrega nesta quinta cidadania honorária de Curitiba a Sérgio Moro

Na manhã desta quinta-feira (30), às 9 horas, o advogado e ex-juiz federal Sérgio Moro (União Brasil)  receberá o título de cidadão honorário de Curitiba. A homenagem foi aprovada pela Câmara Municipal de Curitiba (CMC) em 2016, por sugestão do ex-vereador Chico do Uberaba, resultando na lei municipal 14.818/2016, e o diploma aguardava ser entregue pelo Legislativo. Agora, o ex-presidente da CMC Sabino Picolo (União) tomou a iniciativa de realizar a entrega solene do diploma ao ex- ex-ministro da Justiça e Segurança Pública.

Natural de Maringá, Sérgio Moro nasceu em 1972 e cursou Direito na UEM, sendo aprovado no concurso da magistratura para a Justiça Federal no ano de 1998. Ali, como juiz de primeira instância, tornou-se conhecido nacionalmente pela atuação no âmbito da Operação Lava-Jato. Ele deixou a magistratura federal em 2018, para se tornar ministro da Justiça na gestão Jair Bolsonaro, tendo permanecido no cargo até 2020, quando se desligou do governo para atuar como consultor e advogado.

Filho de professores, Sérgio Moro é doutor em Direito pela UFPR e já lecionou na instituição. É casado com a advogada Rosangela Wolff de Quadros Moro, procuradora jurídica da Federação Nacional das Apaes (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais). Ele ingressou no mundo da política partidária em 2021, ao ingressar no Podemos, e, mais recentemente, em março deste ano, mudou a sua filiação para o partido União Brasil. Na justificativa do projeto que gerou a lei municipal, Chico do Uberaba destaca que Moro recebeu, em 2014, da revista IstoÉ, o título de “Brasileiro do Ano”. Ele já apareceu em listas de “pessoas mais influentes do mundo” da Fortune, da Time, do Financial Times e da Bloomberg.

Adriano Bretas
Também nesta quinta, à noite, às 19h30, a CMC entrega ao advogado Adriano Bretas a cidadania honorária de Curitiba. A homenagem é uma iniciativa do vereador Denian Couto (Pode), aprovada em plenário no mês de abril deste ano, que resultou na lei municipal 15.984/2022. Bretas é natural de Cascavel, no Oeste do Paraná, tendo estudado Direito em Curitiba, onde lecionou, por exemplo, no Curso Jurídico, na Unibrasil, na Unicuritiba, na PUC-PR e na Uniopet.

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile