Início Brasil Anvisa autoriza estudo com remédio defendido por Bolsonaro

Anvisa autoriza estudo com remédio defendido por Bolsonaro

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou nesta segunda-feira (19) a realização de estudos clínicos para avaliar a segurança e eficácia do medicamento Proxalutamida para uso no tratamento contra a coid-19. O fármaco foi citado nesse domingo (18) pelo presidente Jair Bolsonaro.

“[A Proxalutamida] já existe no mercado, ainda sem forma legal e comprovação científica, mas tem curado pessoas com Covid”, defendeu o presidente. “Vamos fazer um estudo disso aí e apresentar. Nós temos que tentar, como já sempre disse. Na guerra do Pacífico, não tinha sangue para os soldados, e resolveram botar água de coco e deu certo”, acrescentou o mandatário.

Segundo o órgão regulador, o estudo será realizado pela empresa Suzhou Kintor Pharmaceuticals, sediada na China. A pesquisa será ministrada nos seguintes países: Alemanha, Argentina, África do Sul, Ucrânia, México, Estados Unidos e Brasil. Os testes contarão com 12 voluntários no Estado de Roraima e 38 em São Paulo.(Do Metrópoles).

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile