Um morto perto de Moro. Lula vai ver?

Durante a campanha eleitoral do ano passado, uma das principais críticas de Rafael Greca ao antecessor (Gustavo Fruet) era que Curitiba estava suja e repleta de moradores de rua.
Greca chegou a afirmar que a Rua das Flores havia virado a Rua das Fezes.
Passado quase um ano de governo, pouca coisa (ou nada) mudou.
Os moradores de rua se multiplicam. Há relatos de gente dormindo em sofá na Avenida Marechal Deodoro e até em cama box em plena Praça Rui Barbosa.
Para piorar a situação, na manhã de hoje, um morador de rua de 51 anos foi encontrado morto em frente ao prédio da Justiça Federal de Curitiba.
Justamente para onde as atenções de todo país estão voltadas, já que o ex-presidente Lula presta depoimento ao juiz Sérgio Moro na Operação Lava Jato às 14 horas.

2017-09-13T14:59:17+00:00 13 setembro - 2017 - 12:01|Política|0 Comentários


Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Contraponto. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Contraponto se reserva os direitos de não publicar e de eliminar comentários que não respeitem estes critérios.

Deixar Um Comentário

%d blogueiros gostam disto: