STJ mantém Richa sob investigação

Dos 11 governadores que estavam sendo investigados pelo STJ, cinco tiveram seus casos arquivados a pedido da própria Procuradoria Geral da República (PGR), que não encontrou indícios concretos para dar prosseguimento às investigações. Outros seis casos permanecem na Corte, que ainda examina a pertinência das acusações contra eles.

O governador Beto Richa não teve a sorte de ter seu nome excluído – pelo menos neta fornada. Também são mantidos sob ivestigação os governadores do Tocantins, Marcelo Miranda (PMDB); de Santa Catarina, Raimundo Colombo (PSD); e de Goiás, Marconi Perillo (PSDB).

O inquérito a que Richa responde diz respeito a delações de três executivos da Odebrecht, que afirmaram ter dado recursos de caixa 2 para campanhas eleitorais do governador.

2017-11-06T11:32:24+00:00 06 novembro - 2017 - 09:51|Brasil, Paraná, Política|0 Comentários


Deixar Um Comentário

%d blogueiros gostam disto: