PT teme hostilidades a Lula hoje

O PT decidiu que deve evitar atos de provocação nesta quarta-feira. Teme receber o troco em forma de hostilidades contra o ex-presidente Lula, que vem a Curitiba fazer o seu segundo depoimento perante o juiz Sergio Moro. Desta vez, Moro quer que ele explique se teve ou não participação na compra (não concretizada) de um terreno em São Paulo onde seria construída a nova sede do Instituto Lula.

A compra do terreno e a construção do prédio seriam custeados pela Odebrecht e faria parte do “pacote” de bondades que o dono da empreiteira, Emílio Odebrecht, teria ofertado ao ex-presidente como agradecimento à ajuda passada e à influência futura para arranjar bons negócios.

Este pacote seria o “pacto de sangue” a que se referiu o ex-ministro Antonio Palocci no interrogatório que prestou a Sergio Moro no último dia 6.

O PT reunirá menos gente do que arrebanhou em maio (quando do primeiro depoimento de Lula) e só programou um ato no fim da tarde com a presença de Lula, no centro da cidade.

2017-09-13T09:09:00+00:00 13 setembro - 2017 - 08:45|Política|0 Comentários


Deixar Um Comentário

%d blogueiros gostam disto: