Lama Asfáltica x Quadro Negro

O ex-governador do Estado André Puccinelli (PMDB) e seu filho, André Pucinelli Júnior, foram presos preventivamente nesta terça-feira pela Polícia Federal acusados de desvio de R$ 235 milhões dos cofres públicos do Mato Grosso do Sul, investigado pela Operação Lama Asfáltica. A metodologia dos desvios se assemelha às que caracterizaram a Operação Quadro Negro, no Paraná.

A investida tem como objetivo desbaratar uma suposta organização criminosa que direcionava licitações públicas e superfaturava contratos, além de fazer aquisição fictícia ou ilícita de produtos, financiamento de atividades privadas por empresas estatais e concessão de créditos tributários com vistas ao recebimento de propina por agentes públicos.

O método que usavam para fazer os desvios assemelham-se aos constatados pela Operação Quadro Negro: “Restaram corroboradas as provas já existentes acerca de desvios e superfaturamentos em obras públicas, direcionamento de licitações, uso de documentos ideologicamente falsos para justificar a continuidade e o aditamento de contratos, aquisição ilícita e irregular de produtos e obras”, como descreve o inquérito da Polícia Federal do MS.

2017-11-14T16:39:40+00:00 14 novembro - 2017 - 15:27|Política|0 Comentários


Deixar Um Comentário

%d blogueiros gostam disto: