Em defesa do cunhado do ministro

Embora a coluna Radar, de Veja, não tenha citado o nome do “cunhado” que teria se beneficiado de propina supostamente solicitada ao dono da Construtora Valor pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, o advogado de Juliano Borgheti, Claudio Dalledone, se apressa em defender o cliente. Em nota, assegura:

Juliano Borghetti nega qualquer acusação de solicitação de propina.
Reforça que o seu relacionamento com a empresa Valor é posterior aos supostos desvios por ela praticados e que prestou serviços por três meses à empresa Valor, quando recebeu pagamentos por esses serviços, sendo que sua inocência está sendo provada no respectivo processo.

Claudio Dalledone Júnior
OAB/PR 27.347

O Contraponto reproduziu a publicação do Radar e, por isso, publica também a nota de Dalledone.

Ricardo Barros na “Quadro Negro”

2017-08-12T16:00:17+00:00 12 agosto - 2017 - 15:43|Política|1 Comentário

Um Comentário

  1. Mario Lobato da Costa 12 de agosto de 2017 em 22:42- Responder

    Passou recibo. Ponto final.

Deixe uma resposta